Para Casados Que Se Apaixonaram Por Um(A) Colega De Trabalho

Você convive com a pessoa diariamente no trabalho, fala com ela o tempo todo, a vê o dia inteiro, almoça com ela, você sabe dela, você procura ela, você admira ela, você se apaixonou por ela. Até aqui nada de errado, o problema é que você é casado(a). A imagem abaixo coloca o homem como sendo o marido que se apaixonou pela colega de trabalho, mas se você é mulher isto serve tanto para você como para qualquer homem infiel. Leia até o fim.

para casados que se apaixonaram por colega de trabalho

Não canso de receber e-mails deste tipo, de gente casada que se envolveu com alguém no trabalho e agora não sabe o que fazer.

Se você está nesta situação, infelizmente (ou felizmente) você vai ter que esquecer este sentimento imediatamente, senão você vai fazer da sua vida um verdadeiro inferno.

Algumas pessoas não estão nem aí para o significado espiritual que tem o seu próprio casamento, elas pensam que podem fazer o que bem entender e que não haverá consequências desastrosas para sua própria vida. E depois que elas estão em uma deprê violenta, buscam entender o porque de estarem passando por tanto sofrimento. Mas a resposta é óbvia: foi a péssima escolha que você fez ao abandonar seu casamento para viver uma aventura sem sentido.

Sinceramente, eu não sei onde você está com sua cabeça ao achar que este(a) colega de trabalho vai te fazer feliz mais do que sua esposa ou seu marido. É impossível que este alguém te faça feliz ou você faça feliz este alguém, simplesmente porque a felicidade está no seu próprio casamento. Você prometeu para a pessoa, diante de Deus, que seria fiel a ela até que a morte nos separe. Acha mesmo ser possível trair a pessoa para quem você fez uma promessa diante do altar de Deus? Possível até é, mas as consequências para sua vida serão as piores.

E mesmo se você estiver passando por alguma crise no seu casamento, saiba que o poder de resolver tal situação e mudar o quadro está nas suas próprias mãos. Se você é mulher, e este colega do trabalho virou sua cabeça, esqueça-o. E caso você seja homem, é perfeitamente possível amar mais sua mulher e valorizá-la.

O que não pode é você achar que outra pessoa irá suprir o que seu marido ou esposa não está suprindo.

Eu vou te poupar o sofrimento futuro lhe contando um  pouco dos e-mails que eu recebo de gente que se apaixonou por um colega de trabalho (ou outra pessoa de qualquer lugar), largou o casamento para viver esse “amor” e quebrou a cara miseravelmente.

Cada e-mail que recebo é diferente, mas aqui vai a situação de alguns deles:

1 – Abandonou o cônjuge e hoje sofre violência na mão do amante;
2 – Abandonou o cônjuge e hoje está sofrendo o mesmo que fez o cônjuge sofrer, sendo traído(a) pela pessoa com quem traíram o cônjuge;
3 – Abandonou o cônjuge e hoje são infelizes ao descobrirem que o(a) amante não a ama de verdade e nem faz por ela o mesmo que o cônjuge fazia;
4 – Abandonou o cônjuge e hoje o amante a troca pelos amigos da rua;
5 – Abandonou o cônjuge e hoje o(a) amante a trata com humilhação e desrespeito;

Etc, etc, etc…

Entenda uma coisa: por pior que seja seu marido ou esposa no quesito “tratamento”, nada justifica você trair a pessoa a quem jurou fidelidade.

Pior ainda é se seu cônjuge é um verdadeiro amor com você, faz de tudo por ti, levaria um tiro por você, entregaria a própria vida por você. Tem gente que tem um cônjuge assim e não dá valor nenhum. Se este for seu caso, prepare-se porque seu sofrimento vai ser muito pior, caso você resolva viver a aventura com este(a) colega de trabalho e deixar de lado aquele(a) que deveria ser o amor da sua vida.

A pior coisa que tem é você se iludir achando que a grama do vizinho é mais verde que a sua. A pior coisa que tem é você começar a achar que o colega de trabalho te faria (ou te faz) mais feliz do que seu próprio marido ou esposa.

O(a) seu(ua) colega de trabalho pode até, aparentemente, te compreender mais, te fazer sorrir mais, te dar mais atenção, te tratar melhor, te dar mais “amor”, te fazer viver momentos mais intensos. Mas isso aí é uma ilusão passageira que logo passará e você vai se ver comendo o pão que o diabo amassou nas mãos desta pessoa.

Então pare de se iludir. Tome vergonha dessas suas atitudes e vá valorizar seu casamento.

Se quiser entender como eu fiz para ser feliz com minha esposa, clique aqui e leia nossa história. 

Deixe seu e-mail se você quer a minha ajuda no seu caso!

Alan Ribeiro

Casado, Definido, Decidido e Determinado. Depois de muitos anos atendendo pessoas com problemas sentimentais, criou o site sejavoceapessoacerta.com.

Website: http://www.sejavoceapessoacerta.com