Um Relacionamento Entre Um Evangélico E Um Católico Pode Dar Certo?

Existem muitos casais que possuem religiões diferentes! E muitos deles passam um verdadeiro inferno por conta disso.

Um relacionamento entre um(a) evangélico(a) e um(a) católico(a) pode dar certo? Eu acho pouco provável, mas vou expressar a minha opinião nas linhas que se seguem.

namoro de um católico com um evangélico

Diferenças entre evangélicos e católicos

Existem muitas diferenças nas crenças evangélicas e católicas, isso é fato. Mas aqui eu gostaria de ressaltar a principal delas: as imagens de escultura.

Católicos tem esculturas e imagens de santos, os quais reverenciam cultos. Os evangélicos não possuem isso, senão somente os símbolos da cruz, do óleo, entre outros.

Para os protestantes, as imagens são algo que desagrada a Deus. Os católicos não veem isso da mesma maneira.

Quando me perguntam se sou evangélico, normalmente respondo que sim, para não dar maiores explicações, mas a verdade é que ser evangélico não significa nada. Assim como ser católico também não significa grande coisa. Aliás, ser de qualquer religião não quer dizer absolutamente nada.

O difícil mesmo não é ser um religioso, o difícil é ser de Deus. E aqui há uma grande e enorme diferença.

Um católico, evangélico, espírita, seja lá o que for, um religioso, segue apenas um monte de regras impostas por suas religiões. Mas ser de Deus não é seguir regras, é seguir a própria palavra de Deus.

Na minha opinião, e isso eu ressalto veementemente que é minha opinião, um relacionamento entre duas pessoas de crenças completamente diferentes não tem futuro, caso um dos dois seja de Deus de verdade.

Existem católicos que bebem? Sim, muitos.
Existem evangélicos que bebem? Sim, muitos.

Existem católicos que mentem? Sim, muitos.
Existem evangélicos que mentem? Sim, muitos.

Existem católicos que traem suas mulheres e maridos? Sim, muitos.
Existem evangélicos que traem suas mulheres e maridos? Sim, muitos.

Existem católicos que roubam? Sim, muitos.
Existem evangélicos que roubam? Sim, muitos.

Falo tudo isso para você entender que ser católico ou evangélico não significa nada. Mas repare agora no que segue…

Existem pessoas de Deus que bebem? Não, nenhuma.
Existem pessoas de Deus que mentem? Não, nenhuma.
Existem pessoas de Deus que traem seus cônjuges? Não, nenhuma.
Existem pessoas de Deus que roubam? Não, nenhuma.

Uma pessoa de Deus de verdade – não um religioso – tem caráter e é digna. Ela não está presa a religião, mas sim ligada à palavra de Deus. Talvez para muitos isto seja difícil de compreender, mas por enquanto apenas entenda que as atitudes mostram quem é de Deus e quem não é, e isso independe de ser católico ou evangélico.

Então a minha opinião é que se voce é uma pessoa de Deus de verdade, você não vai se envolver com alguém que não é. Ponto final!

Se você crê e sabe que adoração a imagens é errado perante Deus, então você não vai se envolver com quem adora imagens.

Se você crê e sabe que beber e fumar é pecado perante Deus, então você não vai se envolver com quem bebe e fuma.

Se você crê e sabe que transar fora do casamento é pecado perante Deus, então você não vai se envolver com quem provavelmente vai querer transar com você antes do casamento.

Se você é um evangélico e se considera de Deus, você não vai ter uma relação com um católico, uma vez que o que um católico faz, segundo a crença evangélica, é pecado.

Se você é católico, você não vai se envolver com evangélico. Afinal de contas, você não vai querer uma pessoa do seu lado dizendo que aquela imagem que você ama e beija os pés é o próprio satanás.

Pessoas de Deus devem se envolver com pessoas de Deus. E isso é o que você precisa saber.

Mas se você é de Deus de verdade, você já sabe de tudo isso, e não estaria pesquisando na internet informações para tirar essa dúvida.

Então, por esta lógica, se você está aqui é porque ou você não é de Deus ou você é tão novinha na fé que está precisando muito de alguém que te oriente da maneira correta.

Motivos para católicos não namorarem com evangélicos (e vice-versa)

 

  • Possíveis brigas por diferença de crenças;
  • O evangélico nunca irá aceitar ir no culto do católico;
  • O católico nunca irá aceitar o evangélico falar mal das suas imagens;
  • Impasse na criação dos filhos;
  • Discussões sobre quem está certo;
  • Um entende Deus de maneira diferente do outro;
  • Um tenta impor sua crença ao outro;
  • Fanáticos tornam tudo um verdadeiro inferno;
  • Maneiras diferentes de viver a fé;
  • Uma fé fere a fé do outro;
  • Etc;

Meu amigo e minha amiga, se você tem uma fé, guarde-a e não se envolva com uma pessoa que não combina com ela.

>>> Se sua vida amorosa está no fundo do poço, clique aqui.

Deixe seu e-mail se você quer a minha ajuda no seu caso!

Alan Ribeiro

Casado, Definido, Decidido e Determinado. Depois de muitos anos atendendo pessoas com problemas sentimentais, criou o site sejavoceapessoacerta.com.

Website: http://www.sejavoceapessoacerta.com

2 Comentários

  1. Priscila

    Sou nova aqui no site e gostei muito,tem me ajudado a entender o que aconteceu comigo,acho que eu me envolvi com a pessoa errada,o cara que eu estava eu conheci ele no baddo,se eu soubesse não teria entrado nessa porcaria,ate então estava tudo bem,mais ai o cara começou a vacilar comigo,varios bolos,nao fazia nada,nunca me deu nada,nao me ligava,me via uma vez no mês,prometia as coisas e não fazia nada,só fazia merda o tempo todo,e eu empurrando com a barriga,ve se mudava e nada,eu corria atrás,falava as coisas com ele mais ele não mudava ,foi quando ele disse que acabou e mandou eu seguir minha vida e não mandar mais mensagem pra ele,e foi o que eu fiz,agradeci por ele ter me feito sofrer e ter me mostrado quem ele era,se passaram 3 meses e 23 dias quase 4 meses e ele veio aqui na porta da minha casa,disse que veio pra ficar comigo,que agora quem vai correr atrás de mim era ele,me chamou pra ir no cinema,pra tomar açaí,disse que eu era dele,ate falou que era amizade colorida e eu disse que nao, que não tenho amizade colorida com ninguém,fui com ele aqui em uma pracinha pra conversar,eu falei pra ele falar menos e fazer mais,ele disse que íamos passar o ano novo juntos,eu falei o que eu queria ,ele falou também umas coisas e disse que gostava de estar comigo que a gente vai ficando e agente ia namorar,e eu dei uma segunda chance,achando que ele iria mudar e que realmente veio pra ficar,ficamos juntos foi muito bem,e ele foi embora,no outro dia nos falamos e foi passando os dias e ele não veio mais e eu comecei a estranhar ,falei com ele e ele disse que eu merecia ser feliz que eu era especial,que não queria me ver sofrendo mais por causa dele,e já no natal quando eu falei com ele,ele disse que iria me contar o porque de tudo,e ele falou que a intenção dele não foi me fazer sofrer,que eu podia seguir minha vida que ele não vai me procurar mais que não quer me magoar de novo,falou pra mim ficar com deus,e eu perguntei se ele nunca quis namorar,e ele disse que sempre quis mais que não aconteceu que deus sabia de todas as coisas e que tudo tem o tempo certo pra acontecer e que se for pra ser vai ser,eu fiquei arrasada com isso ele terminou no natal,fiquei muito mal foi o pior natal pra mim,e até hoje ja se fazem 4 meses e nunca mais vi,queria que ele voltasse pra mim fazer o que eu não fiz da outra vez,sera que ele ainda volta ?

    • Alan Ribeiro

      Você é muito ingênua. Amiga, siga com sua vida e pare de fazer escolhas ruins. Badoo e outros sites de relacionamentos não prestam. E um cara que vacila toda hora não merece que você dê atenção.Acorda! Vê se se valoriza e para de fazer besteira.

Comentários não são permitidos.